Posted by : Executive Consultoria Jr. sexta-feira, 16 de agosto de 2013

A Samsung vai superar a Apple na corrida para trazer um novo aparelho eletrônico "vestível" ao mercado, ao lançar um smartwatch (relógio inteligente) no começo do mês que vem.
De acordo com diversas pessoas que conhecem seus planos, a companhia sul-coreana lançará o smartwatch Galaxy Gear no começo de setembro, antes da feira de eletrônica IFA, em Berlim.
A Samsung se recusou a comentar. A Apple, enquanto isso, vem contratando pessoal agressivamente para o projeto iWatch, nos últimos meses, mas não deve lançar o aparelho antes do ano que vem.
Resta saber se qualquer das duas companhias será capaz de superar os desafios de usabilidade, tamanho de tela e duração de bateria que prejudicaram relógios inteligentes anteriores.
Embora não tenha sido o primeiro celular a oferecer navegação na internet e aplicativos, o iPhone, lançado pela Apple em 2007, resultou em forte crescimento do mercado de smartphones, que as duas empresas hoje dominam.
Nos aparelhos móveis de alto preço, como os tablets, a Samsung vem tendendo a seguir rapidamente a liderança da Apple, tática que contribuiu para as amargas disputas judiciais das duas companhias quanto a patentes.
Na computação "vestível", vista por alguns como a próxima grande tendência em aparelhos móveis, a Samsung pode ganhar vantagem sobre a rival --e usuária de seus componentes-- se conseguir convencer os compradores de que eles desejam um aparelho como o que está lançando.
Os smartwatches anteriores, como o SmartWatch, da Sony, e o Spot, da Microsoft, não conseguiram sucesso quanto a isso.
Steve Jobs, presidente-executivo da Apple até morrer em 2011, era excelente em educar os consumidores quanto a um novo mercado e criar neles o desejo de novos produtos.
Alguns observadores da Apple, entre os quais, esta semana, Larry Ellison, presidente-executivo da Oracle e grande amigo de Jobs, expressaram preocupação com a possibilidade de que a empresa enfrente dificuldade para criar inovação sem a liderança dele, e suas percepções quanto a produtos.
Embora ainda não esteja claro o que o iWatch fará, o Galaxy Gear aparentemente exibe mensagens e notificações recebidas pelo smartphone ao qual esteja vinculado.
O aparelho terá mais em comum com os relógios inteligentes de start-ups como a Pebble ou a MetaWatch do que com aparelhos vestíveis para exercícios físicos como o Fitbit, Nike Fuelband e Jawbone Up.
Daniel Kim, analista do Macquarie, disse que o smartwatch da Samsung "claramente estará disponível no futuro próximo". Mas antecipou que a onda de lançamentos de relógios inteligentes nos próximos meses, de empresas como Samsung, Apple e Sony, teria impacto muito menor que o da chegada dos smartphones ou dos tablets.
"As operadoras de telefonia ofereceram pesados subsídios aos primeiros smartphones, facilitando a proliferação nesse mercado, mas não sei se o farão para os smartwatches", ele disse. A demanda dos consumidores também pode ser limitada por umas tela que não deve ser maior que 1,8 polegada, segundo Kim.
"Não creio que a Samsung tenha grandes expectativas quanto a esse produto. Mas ter algo assim instigante no mercado antes [da concorrência] bastará, mesmo que venda apenas um milhão de unidades", disse Kim.
Um executivo da Samsung declarou alguns meses atrás que a companhia planejava lançar um smartwatch, mas não ofereceu um cronograma. O lançamento em setembro foi reportado recentemente pela Bloomberg.

Fonte: Folhaonline

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Executive blog - Notícias e Informações de Administração -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -