Posted by : Executive Consultoria Jr. quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013



Este artigo trás informações importantes para que o gestor analise no momento de contratar um consultoria de RH
Sem grandes esforços é possível constatar que a evolução tecnológica está atingindo todos os setores da sociedade. Por outro lado, é totalmente seguro afirmar que a presença do homem é fundamental para permitir que esse desenvolvimento aconteça e se torne mais que operante, eficaz.

As mudanças que ocorrem a todo o momento, trazem situações que exigem novas soluções. As pessoas, sejam elas lideres ou liderados, estão mais exigentes nos relacionamentos, no ambiente de trabalho, com o seu desenvolvimento profissional e com a sua carreira, com a qualidade de vida, com o aumento da produtividade aliado à redução de custos, com a implantação de novos sistemas mais complexos, etc.

É neste cenário que a consultoria de RH pode contribuir para aumentar a competitividade das empresas.

Os gestores modernos sabem da importância de cuidar do maior patrimônio das empresas: as pessoas. São elas que fazem a empresa se consolidar, permanecer no mercado. Entretanto, cuidar de pessoas, por mais que pareça ser uma ação simples, não é. Por essa razão, para ajudá-los, o serviço de consultoria de RH é uma excelente opção para a consolidação e fortalecimento da competitividade das organizações.

Contudo, para que obtenha sucesso, o contratante deve estar ciente que o trabalho do consultor é coisa séria e deve estar atento a algumas características específicas que esse profissional deve possuir.

O consultor, por exemplo, deve ter sólida formação acadêmica para possibilitar um trabalho fundamentado em teorias já testadas.

Entretanto, o principal requisito é uma larga experiência anterior na abordagem de problemas de mesma ou de maior complexidade, na área ou fora dela, obtida em clientes diversos e com considerável margem de acerto.

Outros fatores contribuem para o sucesso das intervenções da consultoria de RH. Entre eles podem ser destacados que o consultor é especialista e trabalha focado no tema, acompanha as mudanças e pesquisa as tendências, não está submetido ao condicionamento provocado pela rotina da empresa.

É imparcial e neutro no tocante ao poder e não se deixa influenciar. O consultor foca em resultados mensuráveis através de uma solução particular, rápida e segura, e deve buscar alternativas que agreguem valor ao negócio e às pessoas. Para tanto, desenvolve as estratégias adequadas com foco no desenvolvimento das potencialidades e diferenciais dos colaboradores.

Essas estratégias estão ligadas aos mais diversos aspectos: planejamento estratégico, liderança, metas, satisfação, relacionamento com a comunidade e imagem da empresa, etc.

É importante destacar que o trabalho do consultor de RH visa por em prática o intuito dos gestores onde a tônica é “produzir mais com menos” e impactar positivamente a competitividade das empresas.

No Brasil, empresas estão contratando, cada vez mais, os serviços das consultorias de RH. Pesquisa recente, com quase 500 respondentes, demonstra que o mercado irá crescer ainda mais. Deles, apenas quase 10% afirmam o crescimento do setor será inferior a 5%. Para os demais, o crescimento será muito acima.

Ainda de acordo com a pesquisa, um grande percentual de consultores apresenta vivência de muitos anos na atividade. Tal fato demonstra que esses profissionais já passaram por várias crises económicas. E aprenderam com elas. Lembrando que, nas crises, uma das áreas mais sensíveis é o RH.

Uma grande prova de que o trabalho do consultor é positivo, está no fato de que mais e mais executivos experientes estão a deixar as empresas para migrarem para os serviços de consultoria.

Assim, a dinâmica do mercado comprova que, de uma forma geral, as empresas que se utilizam dos serviços de consultoria de RH sofrem impactos positivos diante das concorrentes que não utilizam essa prática.

Entretanto, alguns gestores ainda insistem em fazer experimentos em suas empresas e arriscar, correndo o risco de perder tempo, dinheiro e até mesmo capital humano, acreditando que estão economizando, apenas para não contratar bons consultores que estão disponíveis no mercado.

Diante do que foi dito, reflita e responda: O que é melhor? Investir ou não na contratação de uma consultoria?


Fonte: Odilon Medeiros- RH Portal

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Executive blog - Notícias e Informações de Administração -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -